Stephen Hawking: para a ciência e pela ciência

Superação, alto QI e grandes descobertas na física fazem de Stephen Hawking um dos mais célebres cientistas da atualidade

A trajetória de vida do grande físico britânico Stephen Hawking faz com que a ciência desvende muitos mistérios para ajudar a resolver os problemas da sociedade – no caso de Hawking, ele tanto descobriu na física diversas teorias e agora ajuda na ciência devido ao surgimento de uma grave doença que inibiu suas habilidades motoras. Um exemplo de vida que se tornou um ícone de superação e inteligência, o físico não abandonou suas pesquisas e continua desenvolvendo ideias para o entendimento do universo.

Para entender mais sobre a vida de Hawking até hoje, ele entrou na UniversityCollege, em Oxford, com 17 anos para estudar Física, formando-se em 1962. Ao término de sua graduação, aos 21 anos, o físico descobriu que possuía a doença degenerativa esclerose lateral amiotrófica, uma doença que enfraquece os músculos do corpo com o tempo, tendendo a ficar em uma cadeira de rodas pelo resto de sua existência, ou até mesmo predestinado a ter mais alguns meses de vida.

Mesmo com a pior notícia, Hawking continuou estudando até se tornar Doutor em Cosmologia pelo Trinity Hall, em Cambridge, na Inglaterra. Não demorou muito até ocupar o lugar do Sir Isaac Newton e se tornar o professor lucasiano emérito de Matemática da Universidade de Cambridge por ser brilhante em seus trabalhos científicos. Não à toa, Stephen Hawking possui um QI de 160, considerado uma das pessoas vivas mais inteligentes e um dos mais importantes cientistas e cosmólogos do mundo.

Aos 70 anos, o célebre Stephen Hawking está ainda à serviço da ciência como um símbolo mundial de superação, pois, com ajuda de um sintetizador de voz para auxiliar sua comunicação, ainda prossegue com seus estudos, palestras, artigos, livros e ainda tem um espaço na coordenação do Departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica da Universidade de Cambridge.

Obras e descobertas científicas

Sua trajetória científica gira entre diversos assuntos, entre eles, o incansável estudo sobre buracos negros e suas características, e foi ele quem descobriu que eles emitem a chamada “radiação Hawking” através das partículas subatômicas.  Além disso, Hawking sugeriu que os mini buracos negros foram se formando logo após o Big Bang – a grande explosão que deu origem ao universo. O físico também estipulou quatro leis da “mecânica de buraco negro” onde também afunila na questão da termodinâmica. Juntou-se aos físicos Alan Guth, Andrei Linde e Paul Steinhardt onde estipularam propostas para resolver os problemas que ocorreram depois do Big Bang.

Consagrou-se com a publicação da obra “Breve História do tempo”, de 1988, escrevendo sobre ciência de uma forma fácil para o público entender, fator buscado até hoje por instituições de publicações científicas. Além disso, Hawking complementou a obra de Albert Einstein com novas informações sobre a teoria da relatividade, juntando ao assunto da mecânica quântica – destaca a proximidade entre o orgânico e a máquina em alguns anos, ou seja, o homem e a tecnologia com máquinas aplicarão uma relação de cooperação.

O físico britânico também publicou obras como “300 YearsofGravity”, “The LargeScaleStructureof Space-time”, “Buracos Negros, Universos Bebês e Outros Ensaios” e “O Universo numa Casca de Noz”. A temática de Hawking é puramente sobre cosmologia teórica e gravidade quântica – sendo que, o termo “quântico” se refere a um fenômeno que acontece em diferentes períodos de tempo com características de isolamento e separatividade de partículas ou átomos muito pequenos, e é também conhecida como “Princípio da Incerteza”. Ainda, alguns teóricos afirmam que, pela quântica, o tempo e o tempo humano não existem. A partir disso, Hawking estudou essa singularidade entre espaço-tempo, formando uma característica geral da relatividade.

A genialidade de Stephen Hawking atraiu seguidores e adoradores de todo o mundo por tratar sobre temas polêmicos com naturalidade. Entre os temas estão as questões como o tempo, viagem no tempo, extraterrestres, Deus e origem do universo.

Algumas curiosidades sobre Hawking

Stephen Hawking nasceu no mesmo dia que a morte de Galileu completara 300 anos. Coincidência ou não, vinha ao mundo o teórico que encabeça o mundo da física disposto a mudar a forma da sociedade científica nas questões de termodinâmica, relatividade, cosmologia teórica, mecânica e gravidade quânticas.

Em sua vida pessoal, Hawking possui uma posição religiosa de ateísta agnóstico, caracterizado por acreditar que existe um “Criador” no sentido relativo e metafórico, além de acreditar que a religião se dá pela autoridade, ao contrário da ciência que traz a razão e a observação. Casou-se duas vezes e teve três filhos e três netos, mesmo esperando a morte mais cedo, segundo o próprio físico. Ele também experimentou a gravidade zero em um voo sub-orbital, ficando conhecido como o turista espacial.

Vencedor de 13 prêmios e títulos por seu trabalho, entre eles o Prêmio em Física da Fundação Wolf e o Prêmio “Julius Edgar Lilienfeld” da Sociedade Americana de Física. Também foi homenageado pelo Asteróide 7672 Hawking receber seu nome.

Exemplo de superação e inteligência da atualidade, o físico Stephen Hawking instiga o conhecimento de muitos leitores de ciência e tecnologia a querer saber mais sobre as teorias estudadas em sua área e ainda inspira as pessoas portadoras da mesma doença muscular degenerativa a não desistirem dos seus objetivos, pois, segundo ele, “enquanto há vida, há esperança”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s