Ministério da Saúde ressalta a importância do aleitamento materno

Cresce o número de campanhas envolvendo a doação de leite materno para bancos de leite

Centro de Lactação – Banco de Leite Humano de Campinas

O leite materno é um alimento essencial para o desenvolvimento do bebê, pois ele preenche todas as necessidades nutricionais da criança nos primeiros meses de vida. Além das mães reconheceram a importância para a saúde do bebê, é necessário que não deixem de amamentar antes do proposto, que é de seis meses a um ano, ou até quando a mãe produzir leite, segundo uma pesquisa desenvolvida pela Organização Mundial da Saúde.

A amamentação também é importante para a criança se interagir com a mãe, exercitar os músculos da face e do corpo, e tudo isso resulta no aumento da imunidade para que não contraia doenças facilmente e evitar doenças do sistema respiratório nesse período.

Segundo Flávia Conceição, a amamentação foi muito importante para a saúde de sua filha. “Amamentei minha filha por três anos e só depois de um ano e dois meses comecei a dar comida à ela. Nesse período, ela nunca teve baixa resistência à vacina e se desenvolveu com saúde”, afirma Flávia.

Ainda nesse período da vida, há mães que não produzem leite o suficiente para amamentar o bebê e precisam de ajuda dos centros de saúde para levar esse alimento nos primeiros meses de vida. Segundo a pesquisa do Ministério da Saúde, o número de doações para bancos de leite aumentou cerca de 83% em cinco anos e segundo a estatística de 2008, há 196 bancos de leite e 73 postos de coleta na rede nacional.

Segundo Vanessa Colodino, na gestação de seus dois filhos, ela procurou a maternidade para continuar dando leite materno. “Como meu leite era muito fraco, o banco de leite do hospital forneceu leite até o sexto mês de vida, assim, eu não dava só a mamadeira com leite de caixinha”, comenta Vanessa.

A técnica de enfermagem da Santa Casa de Valinhos, Aline Teixeira, já auxiliou as mães na ordenha, que é a retirada de leite com os equipamentos. “Temos uma geladeira de armazenamento de leite materno que depois vai para o banco de leite do hospital, à disposição das mães que precisarem”, diz Aline.

Segundo Aline, há duas formas para quem tiver interesse de doar leite: levar ao hospital mais próximo onde há armazenamento de leite e deixar as enfermeiras auxiliar na ordenha, ou procurar um banco de leite no qual orienta a coleta para irem buscar na residência. Caso a mãe queira doar leite, é só entrar em contato com o Banco de Leite Humano mais próximo para eles realizarem a coleta.

O hospital ainda incentiva a doação de leite materno quando a mãe tem muito leite. “Desta forma, o banco de leite nunca ficará vazio e haverá sempre um aumento nas doações, e mais bebês sendo atendidos”, finaliza Aline.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s